Notícias

Logística e Transporte

Venda de caminhões cresce em janeiro

Data5 fevereiro 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

A venda de caminhões novos cresceu 1,13% em janeiro. No mês passado, foram emplacadas 7.262 unidades. Ou seja, 1.977 a mais do que em igual período de 2020. Contudo, na comparação com dezembro houve queda de 24,6%.

Os números foram divulgados, recentemente, pela Fenabrave, no dia 2 de fevereiro. A Fenabrave é a federação que reúne as associações de concessionárias do Brasil.

Presidente da Fenabrave, Alarico Asumpção Junior chamou a atenção para a forte demanda e os baixos estoques. “Os segmento de caminhões, assim como os demais, vêm enfrentando a escassez de peças e componentes”, diz.

Portanto, isso limita a oferta. De acordo com Assumpção Junior, para alguns modelos de caminhão a encomenda feita agora só será entregue em junho.

Do mesmo modo, o mercado de implementos rodoviários registrou alta nas vendas. Assim, o volume de emplacamentos em janeiro foi de 6.726 unidades.

Em outras palavras, a alta foi de 44,8% ante o mesmo mês 2020, que somou 4.645 vendas. Ao passo que, na comparação com dezembro, a retração foi de 8,54%. Em suma, os emplacamentos no último mês de 2020 foram de 7.354 unidades.

Ranking por marcas

Segundo os dados da Fenabrave, a Mercedes-Benz lidera as vendas de caminhões em janeiro de 2021 por marca. A alemã tem 38,67% de participação.

Em seguida vem a Volkswagen/MAN, com 26,66%. Ao passo que a Volvo aparece na terceira posição, com 13,99%. Por fim, Scania, com 8,40%, Iveco, com 7,66%, e DAF (4,28%) completam a lista

VEJA TAMBÉM...

Publicidade