Notícias

Agro

Transformando a informação em sucesso na produção

Data26 abril 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

*Aline Souza Pereira

Hoje com a tecnologia e especialmente a internet, somos inundados de informações. Com o produtor rural não é diferente. Uma recente pesquisa divulgada pelo IBGE que avaliou o acesso à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O estudo apontou que o crescimento mais significativo aconteceu na zona rural do país. Em 2019 o percentual de acesso à rede saiu de 49,2% para 55,6%.

Um outro trabalho feito por meio de parceria entre a Embrapa, o Sebrae e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), verificou-se que 84% dos agricultores brasileiros já utilizam ao menos uma tecnologia digital como ferramenta de apoio na produção agrícola. Ou seja, há maior busca por informação.

Com essa maior facilidade de comunicação e de acesso à informação, o produtor amplia seus horizontes e também seu potencial de expansão. Com mais ferramentas à disposição para ajudar na tomada de decisão, abre-se inúmeras possiblidades de obter ainda mais sucesso nos negócios, mas para isso, é preciso conciliar: informação, conhecimento e resultado. Para isso algumas dicas são importantes.

1 – Descubra o melhor plantio

Antes de iniciar qualquer espécie de cultivo, pesquise sobre essa cultura, pois não há nada melhor do que produzir algo lucrativo. É importante observar além das condições climáticas e de solo, outras variáveis como o potencial de comercialização de cada cultura, a lucratividade delas, os conhecimentos técnicos para cada tipo de plantio, o espaço disponível para a plantação e as necessidades de insumos e equipamentos também devem ser considerados. Nesses pontos é fundamental buscar a orientação de instituições de ensino ou consultorias técnicas e ter a opinião de profissionais especializados com conhecimento sobre as condições da região. Outro ponto a ser destacado é se atentar para a capacidade de armazenamento e escoamento da produção.

2 – Tenha estrutura financeira

Ter controle financeiro é fundamental para sua empresa rural. Isso também possibilitará um planejamento para compras e investimentos com mais segurança. Fazer uma boa gestão considerando fluxo de caixa é essencial. É importante não ter um custo maior que a renda. Hoje há no mercado ajuda profissional e diversos softwares e apps que auxiliam nessa hora. Cursos de gestão também são ótimas opções.

3 – Saiba contratar mão de obra especializada

A mão de obra especializada é um problema cada vez maior no campo, por tanto, trabalhar com uma equipe qualificada é essencial para seu agronegócio. Por isso ao encontrar profissionais dedicados, deem as melhores condições para que a rotatividade seja baixa. Profissionais com amplo conhecimento do negócio dificilmente lhe trará prejuízos.

4 – Realize o manejo do solo

O solo é uma poupança verde. Aqui talvez seja um dos pontos mais importantes para ter sucesso. Um bom manejo da terra é capaz de proporcionar boa produtividade no presente e também possibilita a manutenção de sua fertilidade, garantindo a produção agrícola no futuro. Realize de forma orientada as análises em laboratório e depois faça as devidas correções.

5 – Esteja sempre atualizado no seu ramo

Saiba o que acontece no mercado do agro, acompanhe-o economicamente, participe de eventos, feiras e palestras. Eventos virtuais são ótimas alternativas. Troque informações e conhecimento com outros produtores, vizinhos e profissionais do setor. Afinal, adquirir conhecimento e estar “antenado” nunca é demais!

6 – Invista em equipamentos apropriados e atualizados

Vejo que ter ferramentas necessárias para o trabalho é tão importante quanto saber trabalhar. Invista em equipamentos modernos, eles farão com que tenha mais rentabilidade no negócio. Os benefícios de investir em maquinário incluem aumento de produtividade, redução de custos e desperdícios, eliminação de tarefas repetitivas e desgastantes, melhor segurança para você, seus funcionários e sua família, maior qualidade e padronização das culturas. Hoje há um número grande de marcas e modelos, escolha aqueles que se adequam às peculiaridades dos seus cultivos, avaliando tanto seus planos para curto prazo quanto os de longo prazo. Um bom planejamento poupará tempo e recursos no futuro, evitando que você invista em máquinas que não te atendem. Façam buscas na internet, fotos, vídeos e demonstrações dos equipamentos, podem ajudar na escolha.

7 – Obedeça às “janelas de plantio”, se programe

Estude e defina a melhor época para realizar o plantio das culturas, levando em conta o menor risco de frustração de safra e ter possíveis prejuízos com secas, geadas ou muita chuva. Também é fundamental acompanhar as previsões meteorológicas, temos sites renomados e especializados que passam informações em tempo real com grande precisão da região.

8 – Faça bons parceiros de negócios

Se aliar e ter bons aliados em toda estrutura de sua empresa é ter o benefício de estar em vantagem. Pois, boas parcerias também trarão lucratividade e segurança. Como podemos fazer boas parcerias? Obviamente, para tê-las, é preciso escolher bons parceiros. Opte por com quem você já conhece e tenha analisado, anteriormente, em algum momento, quais são as atividades que desenvolve, se é sinérgico as atividades da sua fazenda e ao seu pensamento com relação a valores e princípios éticos.

Dificilmente criamos parceiros em curto prazo, pois é preciso que ambas as partes tenham confiança entre si e passem credibilidade em seus negócios e atividades. Construir uma rede de contatos e um networking de qualidade é um excelente meio de encontrar parceiros estratégicos no futuro.

9 – Não tenha medo de investir em tecnologia

A agricultura de precisão vem crescendo cada vez mais no mercado e tem se tornado um dos principais instrumentos quando o assunto é ser eficiente e rentável. Por isso não se pode virar as costas para o que há de novo por aí. Pesquise, informe-se e veja que soluções podem se encaixar na sua propriedade. Todo esse investimento com certeza lhe trará bons frutos lá na frente.

10 – Saiba comercializar o seu produto

Por último, mas não menos importante, aprenda a expor e negociar seu produto no mercado. Um bom “marketing” é primordial para o sucesso do seu agronegócio. Como diz o velho ditado: Saber vender bem o seu peixe, também é tarefa do pescador.

*Administradora e pós graduanda em gestão de negócios e marketing, comercial na Piccin Tecnologia Agrícola

VEJA TAMBÉM...

Publicidade