Notícias

Agro

Renata Maron é eleita a jornalista +admirada do Agronegócio 2023 

Data15 julho 2023

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

A âncora do canal Terraviva foi escolhida após votação em dois turnos e se tornou a terceira a receber o prêmio. 

Renata Maron, âncora e editora-chefe do programa Bem da Terra, do canal Terraviva, foi homenageada como a Jornalista +Admirada do Agronegócio 2023 em uma cerimônia realizada na noite de segunda-feira (26/6), em São Paulo. A premiação, que destaca o trabalho dos jornalistas na cobertura de um dos principais setores da economia brasileira, ocorreu após uma eleição em dois turnos promovida pelo Portal dos Jornalistas.

Com esse resultado, Renata Maron se tornou a terceira profissional a receber o prêmio, sucedendo Sidnei Maschio, também do Terraviva, e Beatriz Gunther, do Canal Rural, eleitos nos anos anteriores. Durante a cerimônia, foram homenageados outros 30 profissionais do jornalismo que cobrem o setor do agro, além de veículos de imprensa e programas de TV, rádio e internet especializados no tema.

Pelas suas redes sociais, Renata Maron expressou sua gratidão pela conquista e reafirmou sua dedicação ao setor. “O jornalismo agro me escolheu como missão, me fez desbravar o Brasil de norte a sul e me faz desbravar o mundo há 20 anos”, afirmou. Ela também ressaltou seu compromisso e sua satisfação em abordar diariamente diversos temas relacionados ao agronegócio, como soja, milho, café, algodão, pecuária, energia, entre outros.

Renata dedicou o prêmio à sua filha, Manu, e fez questão de citar todos os que contribuíram para a conquista. “Agradeço à toda minha família, à direção da Tv, à minha equipe técnica, a todos os bastidores da TV (figurinistas e maquiadores), aos telespectadores e internautas, às empresas multinacionais que apostam no meu trabalho para desenvolvimento de projetos jornalísticos, aos convites nacionais e internacionais para falar do principal setor da nossa economia. Continuo com a mesma missão que me escolheu. Se há uma resposta eficaz que o Brasil pode dar ao mundo, essa resposta está no nosso agro”,  declarou a jornalista.

O Prêmio +Admirados da Imprensa do Agronegócio deste ano contou com um recorde de participação e teve o apoio de diversas empresas e instituições ligadas ao setor. “Este prêmio já pode ser considerado uma efeméride da agenda anual do setor, tal o entusiasmo e a intensidade dos colegas com a premiação”, ressaltou Eduardo Ribeiro, diretor da Jornalistas Editora, durante a abertura da cerimônia. “E esse, de fato, é o espírito: reconhecer o relevante e indispensável trabalho da imprensa na cobertura do mais importante setor econômico do País. E fazer com que esta noite de reconhecimento seja também uma noite de confraternização, de reencontros, de valorização do bom jornalismo e de múltiplas emoções e alegrias”, acrescentou.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade