- Jornal EntrePosto - https://www.jornalentreposto.com.br -

Produtos da Microquimica Tradecorp ganham visual unificado e embalagens mais modernas

Com a fusão das marcas, em 2019, as embalagens ecoeficientes foram unificadas, com novo design e novas tecnologias que aumentam o self life dos produtos e garantem melhor identificação de cada linha por parte dos produtores 

A Microquimica Tradecorp lançou, recentemente, as novas embalagens para os seus mais de 50 produtos disponibilizados ao mercado agrícola brasileiro, unificando as marcas Microquimica e Tradecorp, após fusão entre as empresas feita em 2019.

Até então, as embalagens tinham padrões diferentes, tanto do ponto de vista de tamanhos e conjuntos quanto de identificação visual, motivo pelo qual foi criado um padrão unificado e novo para o portfólio de produtos.

“Nesse processo pudemos incorporar a todas as embalagens alguns dispositivos e sistemas bastante modernos, que aumentam o self life e a segurança dos produtos. Esses dispositivos também são uma segunda garantia de inviolabilidade das embalagens”, afirma o gerente de Marketing da Microquimica Tradecorp, Anderson Ribeiro.

As novas embalagens agora contam, também, com as informações de rastreabilidade, como data de fabricação, lote e validade gravadas no corpo dos frascos, garantindo que, mesmo que o rótulo seja removido ou a tampa trocada, os produtores e distribuidores tenham sempre a informação exata do produto em questão, com rastreabilidade total no sistema interno da Microquimica Tradecorp.

No visual, a principal mudança é a nova identidade das marcas unificadas, com cores, características, elementos de apoio e informações dos produtos de modo claro e organizado, para facilitar a rápida identificação nos pontos de venda e no momento de uso.

O novo padrão visual agora conta com 6 cores base, que em conjunto com 8 ícones de famílias de produtos, compõem 21 combinações, facilitando a identificação de cada solução.

As combinações tornam os rótulos de cada produto únicos, evitando uma eventual troca na hora do uso – o que pode acarretar em danos ou perdas às lavouras.

“Com tudo isso, o intuito é consolidar a nova operação sob a marca Microquimica Tradecorp, representando forças sinérgicas, com tradição e profundo conhecimento do agronegócio brasileiro, além das melhores inovações Globais em nutrição e ativação de plantas”, continua o gerente de Marketing.

Sustentabilidade – E não para por aí: além disso, cerca de 80% das embalagens do grupo são produzidas pela Campo Limpo, empresa do sistema inpEV que recicla embalagens oriundas da logística reversa do setor agrícola.

O plástico utilizado é o mais ecoeficiente do mercado, desenvolvido com uso de resina reciclada, com baixa emissão de gases de efeito estufa e que elimina – de fato – resíduos da atividade agrícola. A empresa é a única do setor de fertilizantes foliares e biofertilizantes a contar com estas sustentáveis embalagens do sistema inpEV.

Sobre a Microquimica Tradecorp

A Microquimica Tradecorp é resultado da fusão das empresas, após aquisição da Microquimica pela Tradecorp, do Grupo Rovensa, uma holding com sede em Portugal, com atuação expressiva em Proteção de Cultivos, Nutrição de Plantas e Biocontrole.

A Microquimica Tradecorp é a primeira empresa no Brasil a obter o registro junto ao MAPA de um biofertilizante (conhecido no exterior como bioestimulante), para o produto Vorax®, após um extenso trabalho de pesquisa, em parceria com universidades e fundações, e também de tratativas com o órgão regulador.

Pioneira, disponibiliza desde 2015 um aplicativo gratuito de interpretação de análise de folhas, o CheckFolha® Mobile, que fornece um diagnóstico completo sobre a nutrição vegetal e recomendações de adubação aos agricultores.

Em busca de um desenvolvimento socioambiental, a Microquimica Tradecorp investe também em programas sustentáveis, como o processo de logística reversa, que possibilita a reciclagem de embalagens vazias por meio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), e como o apoio a instituições brasileiras de assistência à criança e ao adolescente, como o Centro Infantil Boldrini, a Fundação Abrinq e Banda Lira Itapirense