Notícias

Agro

Preparar bem o solo é fundamental para uma safra mais próspera

Data14 abril 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

No Dia Nacional de Conservação do Solo (15 de abril), especialistas da BAT Brasil (ex-Souza Cruz) explicam os cuidados a serem tomados

Todo início de safra é momento para planejar e identificar quais são os cuidados para que o solo esteja fértil o suficiente para receber a próxima que se inicia. Esta é uma prática bem conhecida da BAT Brasil (ex-Souza Cruz) que, neste Dia Nacional de Conservação do Solo, 15 de abril, reuniu seu time de especialistas para dar algumas dicas de manejo que possibilitam propriedades mais sustentáveis.

De acordo com o time, antes de iniciar a plantação, o produtor precisa analisar a saúde da sua área para uma possível necessidade de intervenção.

O objetivo é a busca de uma produção mais sustentável, evitando falhas como: erosão do solo, manejo do solo com excesso de umidade, compactação excessiva, confecção dos Camalhões Altos de Base Larga com excesso de desnível etc. Estas situações são comuns e podem ser detectadas por meio da análise e diagnóstico do solo com a ajuda de um especialista.

Além disso, é importante que o produtor faça um bom planejamento, desde a escolha da propriedade a ser cultivada e análise de solo, até a correção recomendada para cada situação, a fim de conquistar a qualidade desejada por meio do manejo adequado. A BAT Brasil trabalha fortemente na instrução das técnicas junto aos produtores integrados, com uma equipe de orientadores agrícolas.

“É sempre importante ter em mente que o manejo e correção do solo feitos adequadamente são fundamentais para impulsionar um desenvolvimento mais produtivo da planta, auxiliar na qualidade e produtividade do produto, bem como contribuir para a rentabilidade das propriedades. Porém, durante todo o ano, é necessário manter também o cuidado com a sua conservação, evitando ao máximo a entrada de máquinas durante períodos com umidade alta no solo, por exemplo”, declara Felipe Hayashi, Gerente de Difusão de Tecnologias e Inovação em Produção Agrícola da BAT Brasil.

A empresa vem trabalhando há anos na recomendação de práticas sustentáveis para a produção de tabaco. Recentemente, uma delas foi reconhecida pela EMBRAPA como conservacionista, o Camalhão Alto de Base Larga. Hoje, mais de 90% dos produtores integrados já a utilizam, atingindo grandes resultados em termos de rentabilidade e de conservação de solo, tendo em vista que foi comprovado o incremento de 20% na produtividade do tabaco, comparando o uso desta tecnologia com o sistema convencional.

Sobre a BAT Brasil

Empresa centenária no Brasil, a Souza Cruz passou por um grande acontecimento em 2020. Com novo nome, BAT Brasil, essa mudança reflete o processo global da companhia de unificar e fortalecer a marca British American Tobacco, do qual a empresa faz parte desde 1914.

O novo nome também representa a força da empresa no mercado global, afinal, o tabaco, reconhecido pela sua qualidade, é produzido no Brasil e comercializado no país e em diversos países ao redor do mundo, além de um portfólio de marcas globais como Dunhill, Rothmans, Lucky Strike e Kent. A BAT Brasil está em linha com as transformações do Grupo BAT, priorizando a diversidade, sustentabilidade e a proximidade com o cliente, atendendo suas necessidades de consumo e inspirando a sociedade.

No Brasil, estamos presentes em todos os estados, com cerca de 5 mil colaboradores diretos e 2 mil sazonais, indo de uma ponta da cadeia à outra – em uma parceria de mais de 100 anos com os produtores integrados, que plantam e colhem nossa matéria prima. Cada engrenagem desse sistema é movida por pessoas: o maior ativo da empresa. Esses talentos são responsáveis pelo nosso sucesso e, por isso, priorizamos o desenvolvimento de cada um deles. A maior prova disso é que há dez anos somos certificados pelo Instituto Top Employers como uma das melhores empregadoras do país.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade