Notícias

Logística e Transporte

Maio reforça alerta para acidentes em frotas

Data26 maio 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Por Rafael Castoldi

Estamos no Maio Amarelo, mês de conscientização da segurança no trânsito. Mesmo com a modernização e a transformação digital, os investimentos em tecnologia e processos para segurança e redução de acidentes precisam acelerar. O estudo da Trimble Transportation Latam em parceria com a Younder EdTech revela que mais de 30% das frotas comerciais ainda não possuem nenhuma tecnologia de telemetria. E isso tem impacto direto nos acidentes de trânsito.

Estudos afirmam que até 2026 haverá cerca de 24.000 mortes por ano em acidentes veiculares, muitos deles envolvendo carros e caminhões de frotas. Só que permitir que seus prestadores de serviço façam parte dessa estatística, depende de você, gestor.

Existem tecnologias capazes de diminuir drasticamente o número de acidentes envolvendo veículos comerciais. A LOTS Group, por exemplo, empresa do grupo Scania com soluções de transporte nos setores Agro, Florestal e Mineração, investiu em telemetria, videomonitoramento e sensor de fadiga com foco na diminuição de acidentes de trânsito e redução de custos operacionais. Em dois meses, a empresa reduziu em 87% os eventos de fadiga e 78% os excessos de velocidade.

Outro exemplo prático aqui no Brasil é a PepsiCo, uma das maiores empresas de alimentos e Bebidas do mundo. A PepsiCo implementou o sistema de monitoramento de fadiga. Com a tecnologia foi possível identificar comportamentos de riscos dos motoristas e diminuí-los em até 75% dos casos em menos de três meses.

Em ambos os casos a operação passou a ser muito mais assertiva e rentável. Entendeu o quanto investir em tecnologia faz diferença? Agora vamos fazer uma conta rápida, justificando esses investimentos em segurança. Coloque as vidas perdidas nos acidentes em uma planilha.

Além de todo o dano emocional causado nas famílias que perderam um ente querido, inclua as perdas materiais. Contabilize gastos como indenizações por mortes, custos trabalhistas, perdas materiais diversas, seguros, danos na imagem da empresa e multas por atrasos nas entregas. Agora, com esses dados em mãos, quanto você vai alocar no orçamento para garantir uma gestão de frota mais segura nos próximos anos? Não espere resultados diferentes fazendo o mesmo.

É nossa obrigação garantir a segurança na frota e tornar a operação mais segura e lucrativa, e isso só é possível com a adoção de tecnologia. A Telemetria digital, por exemplo, verifica os desvios de condução. Com o Videomonitoramento Ativo é possível identificar quais comportamentos levam a esses desvios. Por meio da Inteligência Artificial, ainda se pode detectar desvios como uso de celular, distrações e não uso do cinto de segurança. Além disso, também é possível identificar problemas fisiológicos, como a fadiga.

A informação fornecida pelos veículos e motoristas pode ser convertida em conhecimento gerando priorizações, dashboards e rankings para que possibilitem uma atuação proativa e estratégica. É possível e viável mudar esse cenário, tornando sua operação mais eficiente, previsível e rentável, com motoristas precavidos, dedicados e reconhecidos. Com isso, você transforma sua operação logística em um grande diferencial competitivo e estratégico.

Está esperando o quê para salvar vidas e melhorar os resultados financeiros da sua empresa?

Autor: Rafael Castoldi, Especialista em Desenvolvimento de Negócios da Trimble Transportation Latam, referência em soluções de tecnologia para monitoramento de frota.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade