Notícias

Agro

Linha de sementes híbridas garante ao cebolicultor opções para todas as regiões produtoras

Data4 janeiro 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Topseed Premium possui portfólio com 13 variedades testadas e aprovadas por agricultores de todo o Brasil

Voltada para o mercado profissional, a Topseed Premium é a marca líder em desenvolvimento e comercialização de sementes híbridas de Norte a Sul do país.

A linha oferece ao produtor variedades de cebolas de alta qualidade, adaptadas para as diferentes regiões do Brasil, todas testadas e aprovadas por quem entende da cultura, o produtor rural.

Quem explica é o especialista em Bulbos e Raízes da Agristar do Brasil, Samuel Sant’Anna.

“O plantio de sementes híbridas de cebola trouxe ganhos em produtividade, padronização, qualidade de casca e pós-colheita”.

Referência no desenvolvimento de cultivares de alta tecnologia, com quatro estações experimentais e uma unidade voltada para pesquisa, a Agristar do Brasil oferece ao mercado, por meio da linha Topseed Premium 13 variedades de cebolas, são elas: Andrômeda, Aquarius, Buccaneer, Excalibur, Fernanda, Gamay, Lucinda, Optima, Perfecta, Rubi, Serena, Sirius e Soberana.

O portfólio amplo traz opções para o produtor escolher o material correto para a sua realidade, garantindo o semeio em diferentes épocas de cultivo.

“Cada material possui características específicas que possibilitam uma melhor adaptação em determinada região ou época de semeio. Cada híbrido é posicionado para melhor se adaptar às condições climáticas e atingir excelentes níveis de produtividade, oferecendo ao mercado um produto de excelente qualidade”, explica Sant’Anna.

Novidade do ano

O lançamento do ano veio para corroborar com todo o trabalho de pesquisa e desenvolvimento dedicado à linha Topseed Premium, a cebola híbrida de coloração roxa Rubi.

Desenvolvida para atender a todas as regiões produtoras do país, ela carrega consigo elevado potencial produtivo, bulbos de formato arredondado e a principal característica é a resistência à raiz rosada, uma das principais doenças que afetam a cultura.

“A sua capacidade de adaptação, no entanto, depende do respeito à sua janela ideal de cultivo, que tem uma época específica em cada região”, salienta Sant’Anna.

Destaques no Nordeste

Entre os destaques da linha Topseed Premium estão dois importantes materiais, ambos adaptados para o cultivo na região Nordeste, são as cebolas Serena e Fernanda.

Entre as suas principais características estão o elevado potencial produtivo, pois, tratam-se de materiais que suportam maiores adensamentos de plantas. Ambos tem se destacado principalmente nos cultivos realizados no segundo semestre onde as temperaturas e umidade são mais elevadas.

Os bulbos possuem coloração amarelada e de formato redondo agradando produtores, compradores e o mercado consumidor.

Ele acrescenta que os materiais têm se diferenciado perante aos existentes nesta época de cultivo na região, pois além de apresentarem as características mencionadas, ambos, tem se tornado cada vez mais a preferência dos produtores, uma vez que passam segurança aos agricultores que os cultivam, pois sabem que irão colher bons resultados.

Sant’Anna evidencia também como destaque a cebola roxa Gamay que tem chamado a atenção na região Nordeste do país, indicada para o semeio em épocas em que as temperaturas são mais elevadas. “É um material muito produtivo e resistente a doenças foliares, os bulbos possuem coloração roxa intensa tanto interna quanto externamente”, detalha.

Cultivo no Cerrado

No Cerrado brasileiro, região que engloba os estados de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, a topografia, temperatura e clima fazem com que a área seja uma das melhores para se produzir cebolas no Brasil.

Segundo Sant’Anna, as mais indicadas seriam as variedades híbridas Aquarius, Andrômeda, Soberana, Sirius, Perfecta e Lucinda.

A cebola híbrida Andrômeda possibilitou aos produtores destas regiões realizarem os semeios em janeiro, uma época onde geralmente as condições climáticas são desfavoráveis ao cultivo desta cultura no Cerrado.

O material vem se destacando, pois tem apresentado elevadas produtividades associadas a excelente qualidade, possibilitando ao agricultor realizar a colheita em uma época em que o mercado nacional apresenta menor oferta do produto.

Outro importante produto que os produtores destas regiões trabalham é com a cebola híbrida Soberana.

“Trata-se de um material que tem chamado a atenção dos produtores pelas elevadas produtividades e o alto rendimento de bulbos de classificação caixa 3. Indicado para semeio a partir de março nestas regiões produtoras, detalha Sant’Anna.

Ele acrescenta ainda que os híbridos Sirius e Perfecta têm conquistado a confiança dos produtores mais exigentes, uma vez que apresentam elevado potencial produtivo associados à excelente qualidade de “pele” pois os bulbos possuem coloração de casca amarela escura quando madura, despertando a atenção dos compradores e consumidores cada vez mais exigentes em qualidade. Os materiais são indicados para semeio a partir de abril.

“Nós temos ainda a cebola híbrida Lucinda para a região, um material que tem como características além do elevado potencial produtivo, bulbos de formato arredondado, muito firmes, se destacando pela excelente formação e coloração de casca (pinhão), com grande capacidade de armazenamento, sendo uma opção aos produtores para armazenar quando os preços não são favoráveis à cultura. Os semeios se dão na segunda quinzena de abril e maio no Cerrado”, finaliza Sant’Anna.

VEJA TAMBÉM...