Notícias

Agro

Grupo Tsuge usa controle biológico no cultivo de abacates

Data28 julho 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Manejo integrado elevou eficiência no combate à principal praga dos abacateiros

O Grupo Tsuge dedica-se há mais de duas décadas ao cultivo de avocados e abacates tropicais com os métodos mais sustentáveis e eficientes. Entre eles, o controle biológico é uma ferramenta central para o manejo integrado de pragas (MIP), inclusive, com produção dos macrobiológicos em um laboratório dentro da propriedade.

A fazenda possui cerca de 830 hectares dedicados à fruta, nos quais a família de Tsuge e 240 trabalhadores desenvolvem a cultura em ciclo completo. Ou seja, a atividade inclui desde as mudas, plantio, manejo e colheita das frutas até embalagem no packing house com destino aos melhores mercados.

“Tenho muito orgulho que nossos produtos levem saúde para as pessoas no Brasil e no exterior e também sejam produzidos de forma sustentável, seja ecológica ou socialmente”, afirma Paulo Tsuge, diretor do grupo.

A produção do Grupo Tsuge possui cinco certificações internacionais como Global GAP, Rainforest Alliance (uma das mais exigentes certificações de sustentabilidade ambiental), HACCP e Grasp (sobre temas sociais). Além delas, a mais recente foi o selo Great Place to Work (melhores empresas para se trabalhar).

Enquanto a vegetação nativa cobre além do exigido por lei para proteger o bioma do Cerrado, a propriedade também utiliza tecnologias modernas em seu sistema de “embalagem”, além de muita criatividade.

Os abacates são colhidos com o apoio de um ônibus adaptado pelo patriarca da família Sr. Naohito Tsuge e levados para um depósito onde são limpos, separados, embalados e armazenados em ambientes refrigerados, mecanizados e digitalizados.

“Fazer as coisas com qualidade e da melhor maneira é uma tradição que vem com a nossa família do Japão. Meu avô já produzia frutas e verduras comercialmente antes de vir para o Brasil em 1954”, diz Paulo.
Variedades

O Grupo Tsuge produz cinco variedades de abacate: abacate hass, fortuna, quintal, breda e margarida.No Brasil, os abacates Tsuge tem a marca Turma da Mônica e, no exterior, a marca Hello Kitty and Friends. Considerado um “super food” (ou superalimento), o abacate possui aminoácidos em sua composição que o tornam um poderoso antioxidante.

Portanto, sua ingestão regular ajuda a prevenir doenças como câncer e problemas cardiovasculares.
Além disso, é um alimento nutritivo (proteínas, 11 vitaminas e 14 minerais) e recomendado antes e depois da prática de esportes, como um isotônico natural. Do mesmo modo, eles também são classificados até como afrodisíacos.

A descoberta dessa fruta por chefs, atletas, clientes e famílias em geral tem aumentado a demanda nos últimos anos em mercados como Brasil, México e Estados Unidos, entre outros. Mas o Brasil tem condições mais favoráveis para atender à crescente demanda externa como área, água e luz solar. Nosso país produziu 213.000 toneladas de frutas em 2019 e ainda não é um dos maiores produtores mundiais.

“Não somos os maiores produtores, mas queremos ser os melhores, por isso estamos investindo em sustentabilidade, qualidade e tecnologia em toda a área. Da mesma forma que meu avô e meu pai fizeram”, finaliza Paulo.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade