Notícias

Agro

Fertilizantes com aminoácidos auxiliam na superação de adversidades na produção agrícola

Data31 março 2020

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Independentemente do tipo de cultura, todo produtor entende que o clima é fator determinante para a produtividade. Entre as condições que interferem negativamente no desempenho das lavouras estão adversidades climáticas como temperatura, luminosidade e falta de água.

Neste cenário, o uso de fertilizantes com aminoácidos se destaca como uma das soluções para aprimorar a produção, reduzindo os impactos em situações de estresse.

Pensando nisto, o Gerente de Marketing da Divisão de Agronegócios da Ajinomoto do Brasil, Thiago Miqueleto, destaca três benefícios que esse tipo de fertilizante pode agregar na superação das adversidades.

• Distribuição de energia
As plantas são capazes de produzir os aminoácidos que precisam. Porém, isso nem sempre ocorre na quantidade suficiente ou no momento adequado, principalmente em situações desfavoráveis. Ao aplicar aminoácidos de forma externa, é possível suprir uma parte da necessidade desses compostos, permitindo que os vegetais desloquem a energia que usariam para produzir estes elementos para outros processos, como crescimento ou aumento da resposta de defesa.

• Processos fisiológicos
Os aminoácidos estão presentes em todos os processos das plantas, desde a respiração até a formação de raízes. Por isso, a utilização de fertilizantes com esses compostos torna o gerenciamento do sistema de produção mais eficiente. “Por exemplo, para que o hormônio etileno não interfira de forma precoce no crescimento de frutos, é importante aplicar uma substância que apresente arginina em sua composição. Além de permitir o amadurecimento natural dos frutos, este aminoácido estimula o alongamento e a divisão celular, favorecendo a formação de frutos maiores e mais doces”, explica Thiago.

• Sistema de defesa
O sistema de defesa das plantas contra estresses que não são consequência de pragas e doenças (abióticos) está diretamente ligado aos aminoácidos, principalmente a prolina e a glicina betaína. Esses compostos são responsáveis por sinalizar para as plantas que elas devem se defender, ajudam na retenção de água e na eliminação de radicais livres (substâncias danosas aos tecidos vegetais).

Sobre a Divisão Agronegócios

A divisão Agronegócios foi estruturada em 2000 para produzir fertilizantes em um processo natural de fermentação microbiológica, que não agride o meio ambiente durante sua produção e nem em sua utilização no campo, se utilizado conforme a recomendação de uso.

Hoje, a empresa atua no mercado de fertilizantes em diversas culturas como frutas, hortifruti e café. Atualmente, a empresa produz 14 fertilizantes que fazem parte das linhas AMINO e AJIFOL®, de foliares e de fertirrigação, e AMIORGAN®, de fertilizantes sólidos.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade