- Jornal EntrePosto - https://www.jornalentreposto.com.br -

Experiência na fazenda leva informações para estudantes sobre o mercado de trabalho no agro

Projeto Farmday despertar em jovens interesse profissional no campo

O município de Sapezal-MT recebeu o projeto Farmday, que proporcionou aos estudantes do ensino médio um dia de imersão no campo. A edição de novembro foi realizada na Fazenda Tucunaré da AMAGGI, nesta terça-feira (14), e reuniu 30 alunos da Escola Estadual André Antônio Maggi.

O projeto é desenvolvido pelo Instituto Farmun e Fundação André e Lucia Maggi (FALM), com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MT) e diversos outros parceiros que oferecem educação profissional e tecnológica.

O Farmday acontece mensalmente e oferece aos alunos uma experiência imersiva com a realidade do campo, com oportunidades de carreiras e profissões ligadas ao agronegócio.

Apesar de morar em um município promovido pelo setor produtivo, o estudante Landeir Guilherme não tem contato com o campo. Para ele, participar do Farmday reforçou a importância do papel dos jovens na contribuição da evolução do setor.

“Aprendi que o agro vai muito mais além que a mão de obra no campo e que o uso da tecnologia vem se aprimorando com o passar do tempo. E o espaço que a fazenda tem é muito grande, com mão de obra aplicada desde o campo até o administrativo, o mercado de trabalho no agro é muito amplo”, disse o jovem.

Na fazenda, os estudantes também conheceram de perto uma lavoura de soja e os cuidados do cultivo. Todo o processo de classificação do algodão, o uso de tecnologias aplicadas e o trabalho que é feito com sustentabilidade para a preservação do Meio Ambiente.

“Esse dia no campo foi de muito conhecimento, aprendi muito sobre o agro e me interessei ainda mais por essa área. Eu quero aprofundar novas informações, porque irei cursar faculdade de Agronomia e me especializar em pesquisas com plantas e solos. Fazer parte desse projeto me ajudou muito nessa decisão”, disse a estudante Evelyn Ribeiro Aparecida de Souza.

Para o diretor da escola André Antônio Maggi, professor Marcelo Moraes, levar os estudantes para a vivência no campo é muito importante, porque eles não têm noção de como funciona a cultura de trabalho que move Sapezal.

“A nossa cidade é voltada para a agricultura, a pecuária, e nós professores não temos esse costume de também conhecer toda a mão de obra que é aplicada neste setor. E a cultura do agro influencia na educação, porque muitas vezes são passadas informações erradas, como os danos causados na natureza. E hoje no projeto a ideia foi desmistificar. Os jovens souberam que o agro beneficia a natureza, usa os meios com responsabilidade e não prejudica o entorno da cidade”, afirmou.

Diretor executivo do Instituto Farmun, Michel Muniz ressalta que o Farmday foi um dia intenso. Os alunos viram como as oportunidades de trabalho surgem no campo, conheceram profissionais que começaram como estagiários e hoje atuam há 19 anos na fazenda, o que despertou ainda mais o interesse deles para o trabalho no campo.

“Graças a AMAGGI que abriu as portas da fazenda para mostrar como o verdadeiro agro acontece, com tecnologia, com sustentabilidade, e a forma como esse social e econômico retorna para a sociedade. Agradeço a todos os envolvidos nesse projeto e nossa expectativa é que em 2024 possamos fazer o Farmday em diversas unidades”,

O que é o FarmDay 

O FarmDay é um programa desenvolvido pelo Instituto Farmun desde 2019 em diversas fazendas do estado de Mato Grosso.

Com o objetivo de proporcionar uma imersão para os alunos e educadores em fazendas, onde eles vivenciam a realidade do campo, incluindo o conhecimento sobre seu funcionamento e a interação com trabalhadores dos diversos setores.

A proposta é gerar uma experiência personalizada dentro das fazendas e mostrar a realidade do agronegócio e a importância da cultura do agro para alunos de escolas públicas e comunidades.