Notícias

Agro

Entenda a importância das portas rápidas para o armazenamento de produtos químicos

Data9 setembro 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Para evitar acidentes e preservar a segurança e saúde dos colaboradores, é preciso uma série de cuidados, e as portas rápidas podem auxiliar

O manuseio e armazenamento de produtos químicos nas indústrias é uma das etapas logísticas que mais exigem atenção, uma vez que, as substâncias, consideradas nocivas, podem provocar diversos problemas de saúde nos colaboradores, tais como intoxicação, queimaduras e até mesmo outros mais graves, além de danos ao ambiente onde estão estocados. Diante dos riscos, o armazenamento não pode ser negligenciado e deve ocorrer seguindo as principais características do segmento.

“Ao organizar um estoque de produtos químicos, toda a sua instalação deve ser analisada com o máximo de cuidado. O layout do ambiente, por exemplo, deve ser desenhado com duas saídas, sendo uma em cada lado, e com facilidade para o fluxo de pessoas. Além disso, deve ser bem ventilado e contar com prateleiras largas e seguras, de modo que fiquem fixas nas paredes ou no chão. Para auxiliar quem está planejando o armazém, disponibilizamos a ferramenta BIM, de forma gratuita, com softwares que auxiliam a construção com maior segurança e precisão”, comenta Giordania R. Tavares, diretora executiva da Rayflex, empresa líder do mercado nacional de portas rápidas.

Após a definição do espaço e quais as características que o ambiente deve conter, ocorre então a etapa de estoque. “Para garantir um estoque mais organizado e ter mais informações dos produtos químicos, é necessário ter uma Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (FISPQ) com os dados corretos sobre o armazenamento e legislação, além de seguir a norma regulamentadora, NR 26”, diz Giordania. Sendo assim, desde o seu layout até a distribuição dos produtos pelo estoque, o armazém precisa contar com equipamentos que promovam isolamento térmico, controle de umidade e vedação contra a entrada de microrganismos.

É por isso que as portas rápidas se destacam como uma ferramenta que auxilia ao longo de todo esse processo. As vezes negligenciada e colocada como item que pode ser substituído por opções mais simples, traz, a tiracolo, um problema sério que reverbera em todo o restante da cadeia do sistema neste caso.

“As portas rápidas são de fácil higienização e que realizam a vedação completa, evitando a entrada de contaminantes que podem ocasionar em prejuízos no estoque. Além disso, devido a alta velocidade de abertura, em torno de até 2,5 m/s, garante um fluxo de entrada e saída rápida dos colaboradores”, explica a executiva. Algumas delas, como no caso da Rayflex, são produzidas com lonas flexíveis sem nenhuma estrutura metálica na composição e feita sob medida para atender os mais rígidos protocolos no armazenamento de produtos químicos.

Sobre a Rayflex

Criada em 1988, a Rayflex Industrial é líder do mercado nacional de portas industriais com fabricação nacional, atuante em todos os estados do Brasil e em alguns países da América Latina nas indústrias alimentícias, farmacêuticas, automobilísticas, metalúrgicas, além de armazéns e centros de distribuição independentes (logística), especializada em porta rápidas, portas para docas e niveladores de docas, desenvolvidos especialmente para isolamento e proteção dos mais variados ambientes industriais.

VEJA TAMBÉM...