Notícias

Agro

Embalagens de isopor estão conquistando os empresários da Ceagesp

Data4 junho 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

FRUTAS COMO UVA, MAÇÃ, PITAIA, MARACUJÁ SÃO COMERCIALIZADAS EM CAIXAS EPS

Cada vez mais, os empreendimentos da Ceasa de São Paulo estão variando nos tipos de embalagens para conservar o produto. Sendo que um que está ganhando espaço entre os empresários atacadistas é o de isopor (EPS). O motivo, em geral, se deve por conta da conservação maior do alimento.

“Nós trabalhamos com embalagens de papelão, caixas plásticas e também a de isopor. Como trabalhamos com todos os tipos de frutas nacionais e importadas utilizamos embalagens variadas para atender a nossa demanda. A goiaba, por exemplo, está vindo tanto na caixa de papelão quanto a de EPS. Temos na de isopor, produtos como a goiaba, pitaia, caju, e também a uva”, explicou o vendedor Dennis Sakakura, da empresa Frutânia Brazil.

Enquanto algumas empresas estão com um mix de embalagens, outras estão optando mais pela a de isopor. Muitos empresários atacadistas estão trabalhando no seu estoque, com a linha de conservadoras DaColheita, da Termotécnica, que são embalagens que protegem e proporcionam o aumento da validade de FLVS – frutas, legumes e verduras, em até 45 dias, na cadeia do frio e em cerca de 20% no tempo de exposição nas gôndolas dos estabelecimentos comerciais, quando comparado com outros tipos de embalagens.

Como é o caso da JJ Pivotto, que está há bastante tempo no mercado atacadista, comercializando diversos produtos na Ceagesp., “Nós estamos trabalhando com as embalagens da marca Dacolheita, há mais de dois anos. Nós preferimos, porque, ela retém mais a temperatura do ambiente, conservando por mais tempo a durabilidade da fruta. Nós estamos utilizando, por exemplo, bastante para a pitaia, mas também, para o maracujá-doce e a atemoia”, é o que ressaltou Victor Maciano, é vendedor da JJ PIvotto.

Outro detalhe importante, também é o marketing que gera, para os compradores do mercado. A empresa Vip Frutas, que está desde 2001, no Entreposto paulistano, trabalha com uma variedade de frutas.

“Faz anos que trabalhamos com essa marca [DaColheita]. No momento, a gente utiliza para as vendas de maçãs, uvas, peras. Ela também é muito utilizada na comercialização de morango e figo. Uma das vantagens em usar esse tipo de embalagem é que além de chamar mais atenção, ser mais bonita, mais higiênica, ela conserva por mais tempo e tem mais aceitação no mercado”, é o que explica José Carlos de Holanda, proprietário da Vip Frutas.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade