Notícias

Agro

Como plantar alface?

Data3 agosto 2020

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

A alface é um dos vegetais mais populares do mundo. As diversas cultivares variam principalmente na forma, cor e textura das folhas. É também um alimento delicado que deve ser consumido o mais rápido possível após a compra.

A alface é uma hortaliça normalmente recomendada para alimentações balanceada, além de ser considerada um calmante natural, principalmente para aqueles que sofrem de insônia.

Ela não é um simples acompanhamento em nossas refeições, mas apresenta diversos outros benefícios. 

  • fonte de pró-vitamina A ou betacaroteno (transformado em vitamina A no corpo, está envolvida no metabolismo do ferro, na saúde da pele e das mucosas, na visão, no sistema imunológico e no crescimento)
  • fonte de vitamina B9 (renovação celular, muito interessante para mulheres grávidas para o desenvolvimento do feto e em crianças em crescimento
  • fonte de fibra (regulação do trânsito intestinal, saciedade)
  • vitamina C
  • potássio
  • manganês
  • ferro
  • magnésio
  • antioxidantes como luteína e zeaxantina

Períodos de cultivo

Existem muitas variedades de alface adequadas para todas as épocas do ano. Escolha as que são adequadas para cada estação e plante em períodos diferentes para não colher tudo ao mesmo tempo.

Localização e fertilização

Alface não gosta de climas muito quentes. No verão, coloque-o em sombra parcial, em um local que não receba muito sol à tarde. 

Altas temperaturas favorecem o florescimento precoce da alface, impedindo a formação de uma cabeça de folhas.

Alface não se adapta a condições secas. A pleno sol, você precisará regar mais regularmente. Caso contrário, irá produzir muito menos.

Pode ser cultivado na maioria dos tipos de solo. Obviamente, solo com pH corrigido (entre 6,0 e 6,5), rico em matéria orgânica e bem drenado, serão condições de maior benefício.

O solo deve ter boa fertilidade, caso contrário, a adubação deve ser realizada antes do plantio, podendo ser aplicado adubo mineral ou orgânico. Se a opção for orgânico, este deve estar bem decomposto (curtido).

Você tem duas opções de plantio:

  • Sementeira em viveiro ou em vaso: mais fácil para proteger das pragas e consumir menos tempo nos canteiros. Necessidade de transplante.
  • Semeadura no local definitivo: geralmente fornece plantas mais fortes e resistentes que não precisam sofrer o estresse do transplante.

Semeadura com sementes

  • Desenhe sulcos em linhas com profundidade de 0,5 a 1cm. Espaçando cada sulco de 25 cm.
  • Plante 1 semente a cada 3 a 5 cm em sulcos rasos.
  • Cubra-os com terra e irrigar levemente com água.
  • Mantenha o solo sempre úmido com regas frequentes, mas é preciso tomar cuidado para não encharcá-lo.

Plantio de mudas

  • Usando um barbante para alinhar o plantio, plante em fileiras, tomando cuidado para não enterrar a base das folhas. Distribua as plantas em linhas distanciadas a cada 25 cm e com 30 cm de distância entre plantas.
  • Regar bem após o plantio.

Ao plantar, não enterre o colar da planta (a base das folhas).

Colheita

A alface é colhida aproximadamente 8 a 18 semanas após a semeadura. Aproveite o frescor da manhã para colher: as folhas estarão mais frescas.

Doenças e pragas

  • Lesmas adoram alfaces jovens.
  • Se suas plantas entrarem em colapso e morrerem sem motivo aparente, pode ser um ataque de minhocas. Eles podem causar grandes danos, atacando as raízes e a base das plantas.
  • Doenças causadas por fungos atacam folhas de alface. Remova as folhas afetadas e tente não regar a folhagem.

Plantio em Vasos

A alface pode ser cultivada em vasos, na varanda ou no peitoril da janela. Use recipientes com pelo menos 20 cm de altura. Coloque uma planta por vaso ou a cada 25 cm em uma jardineira. O solo enriquecido com um pouco de composto será perfeito para acomodá-las.

Coloque-os em um local que não receba os raios do sol nas horas mais quentes do verão. Regue assim que o solo secar alguns centímetros de profundidade.

Valter Casarin, engenheiro agrônomo e coordenador científico da iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV)

VEJA TAMBÉM...

Publicidade