Notícias

Agro

Com entregas diárias de produtos ao varejo, Flor e Fruto oferece atendimento customizado de ponta a ponta

Data24 julho 2023

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Startup acaba de receber um aporte de R$ 2MM para investir na expansão do modelo de negócios, até o final do ano a empresa deve triplicar o portfólio e ampliar a cadeia de distribuição

A Flor e Fruto, startup de tecnologia para a cadeia de distribuição FLV, está ampliando o seu modelo de negócio. Após receber um aporte de R$ 2 MM numa rodada pré-seed, a empresa mira na expansão de seu portfólio de produtos, que deve triplicar até o final de 2023. Atualmente, já é possível encontrar physalis e morango, abastecidos diariamente, com a assinatura da empresa em diversos varejos em São Paulo, dentre eles o Quitanda e o Varanda, em breve o mirtilo deve chegar às prateleiras também. Com parcerias estratégicas e um atendimento personalizado, os pequenos produtores, varejistas e distribuidores premium ajudam a fomentar a cadeia, a partir de uma economia circular e sustentável.

Pedro Iguelka, co-fundador e CEO da Flor e Fruto, destaca a importância de melhorar a vida dos produtores rurais no Brasil através da utilização de recursos tecnológicos que facilitem suas atividades diárias. “Trabalhamos em parceria com pequenos produtores de agricultura familiar, oferecendo um modelo de produção participativo e circular. Utilizando tecnologia avançada de ciência de dados. Com essas informações, tanto do produtor quanto do varejista, a plataforma permite uma análise precisa desde o cultivo até a entrega do produto, garantindo sua qualidade no mercado. Além disso, a empresa oferece suporte logístico, fiscal e previsibilidade de volume, eliminando intermediários e permitindo que o pequeno produtor escoe toda a sua produção com margens de lucro mais justas”, comenta o founder.

Criada em 2021, por Pedro Iguelka (21), Michel Lancman (21) e Juliana Romeiro (31), a agtech tem como objetivo principal conectar pequenos produtores agrícolas aos principais players do mercado. Através da produção inicial de Physalis, uma fruta de alto valor agregado, conhecida por seus benefícios à saúde, eles desenvolveram um modelo de negócio escalável e replicável para a cadeia de suprimentos.

Na prática, a agtech usa a tecnologia para fazer uma curadoria de produtos com base em diversas variáveis, mas a principal é a conexão entre produtor e varejo. Por meio de um atendimento virtual, o comerciante faz o seu pedido, perfilando o tipo de produto que ele precisa e o sistema conecta ele com um produtor que se encaixa naquele perfil. O founder da Flor e Fruto explica que é o match perfeito. “Com um atendimento customizado trazemos mais eficiência e qualidade para toda a cadeia de produção, desde o cultivo até a entrega, que é feita diariamente aos varejistas. Para isso, trabalhamos com um centro de distribuição super moderno, oferecemos atendimento pré e pós vendas, além de ações que ajudam a impulsionar as vendas para o consumidor”, explica Iguelka.

O plano da empresa é expandir sua tecnologia para o cultivo de outros produtos até o final de 2023, buscando sempre gerar um impacto positivo na cadeia de distribuição de FLV e melhorar a vida dos pequenos produtores. “Fizemos uma imersão com os produtores para entender como eles trabalham e quais as soluções que poderíamos trazer para o campo. Criamos um ecossistema de produção que gera verdadeiro impacto na cadeia de distribuição de FLV, torna ela mais sustentável, entrega um produto de melhor qualidade e melhora a vida do pequeno produtor. Agora vamos expandir nosso portfólio e nosso alcance para levar a solução da Flor e Fruto para mais produtores”, finaliza o CEO da startup.

Sobre a Flor e Fruto

Fundada em 2021 por Pedro Iguelka, Michel Lancman e Juliana Romeiro, a Flor e Fruto é um marketplace que conecta os pequenos produtores a grandes players do mercado. Por meio das soluções oferecidas pela startup, é possível melhorar a cadeia de distribuição de Frutas, Legumes e Verduras (FLV) e construir uma economia circular, transformando o processo de produção dos alimentos. 

Mais informações: https://florefruto.com.br/ 

Sobre Pedro Iguelka

Pedro Iguelka é co-fundador e CEO da Flor e Fruto, fundou a agtech aos 19 anos, após uma viagem de imersão à Israel. Iguelka é estudante de Administração na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e membro da Liga de Empreendedorismo da instituição. Na contramão da maioria dos jovens à sua volta, ele deu início a sua jornada empreendedora aos 17 anos, com um propósito claro, transformar o mundo em um lugar melhor.

Mais informações: https://www.linkedin.com/in/pedro-iguelka-137773186/

VEJA TAMBÉM...

Publicidade