Notícias

Agro

Adido agrícola de Israel discute parcerias em visita à Embrapa Arroz e Feijão

Data9 agosto 2021

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

O adido agrícola da Embaixada de Israel no Brasil, Ari Fischer, acompanhado pelo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Freitas de Mendonça, visitou a Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás, GO) no dia, 05/08, para conhecer projetos de pesquisa e discutir parcerias em tecnologia e inovação nas áreas de agricultura e recursos hídricos.

Em reunião com o chefe-geral da Embrapa Arroz e Feijão, Elcio Perpétuo Guimarães, foram apresentadas as principais áreas de investigação científica e as informações sobre o corpo técnico e sobre a infraestrutura para o desenvolvimento de produtos, tecnologias e serviços.

Elcio Guimarães destacou as linhas de trabalho que fortalecem o centro de pesquisa e que causam impacto positivo no avanço da produção de arroz e feijão no Brasil. Ele citou que a cultura do arroz no País atualmente ocupa cerca de 1,6 milhão de hectares, uma área quatro vezes menor em comparação com a área de lavoura da década de 1980.

Contudo, o grão consegue manter o mesmo patamar de produção (mais de 10 milhões de toneladas anuais), devido aos ganhos em produtividade e à maior eficiência em manejo das lavouras, graças às melhorias tecnológicas. No caso do feijão, Elcio mostrou gráficos evidenciando que a produtividade média da leguminosa mais que dobrou, aumentou em mais de 100% em 40 anos de pesquisa.

As áreas de trabalho relacionadas ao aprimoramento das lavouras e à racionalização do uso de insumos e de recursos naturais, tais como a tolerância de plantas à seca, a agricultura de precisão, a utilização de sensores de monitoramento remoto aplicados ao campo e o incremento do emprego de bioinsumos, foram também foco do encontro. O adido Ari Fischer demonstrou interesse nesses temas.

“A ideia em Israel hoje, o nosso objetivo, é produzir o mesmo ou até mais, mas com menos insumos, menos água”, comentou Fischer. Ao final do encontro, foram debatidas alternativas para projetos conjuntos entre setores público e privado, assim como entre instituições de pesquisa com interesses convergentes.

Além da visita à Embrapa Arroz e Feijão, há uma comitiva da Embaixada de Israel nesta semana em Goiânia (GO). Existe a avaliação de oportunidades para estreitar relações comerciais e tecnológicas em reuniões com a Prefeitura, o Governo do Estado de Goiás, a Universidade Federal de Goiás e a Federação do Comércio do Estado de Goiás.

VEJA TAMBÉM...