Notícias

Notícias

Construído pelo Grupo Mendes, Novo Mercado de Peixes de Santos terá estrutura que garante mais higiene

Data28 janeiro 2020

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

O Novo Mercado de Peixes, em construção pelo Grupo Mendes, terá uma moderna estrutura climatizada, com maior segurança e um ambiente em que a higiene será contemplada em diversos aspectos, permitindo maior acesso e interesse dos consumidores a esse tipo de produto. As obras estão em mais de 70% de execução, com previsão de entrega para março de 2020.

Como toda obra da empresa, será um marco de modernização para a cidade de Santos. “O Mercado de Peixes vai se transformar em um dos mais modernos do País, no nível que uma cidade em constante evolução precisa”, comenta o diretor do Grupo, Alex Mendes.

Em área de 1,7 mil m², o novo edifício está sendo erguido na Avenida Mário Covas e contempla 20 boxes para comercialização de pescado (cinco a mais que o atual) e dois para comercialização de produtos como temperos e artigos de pesca. O ambiente será climatizado e contará com bar no mezanino, vestiário para funcionários e, ao lado do edifício, será construído um bolsão de estacionamento com 40 vagas.

Conforme explica o engenheiro responsável pela obra, Gustavo Barrio, o Novo Mercado de Peixes terá estruturas que contribuem diretamente com a maior assepsia dos ambientes, como o sistema de escoamento de água e climatização do local.

“Além de ser um ambiente fechado, o prédio terá um sistema de drenagem de esgoto com separação de detritos, como as escamas de peixe, evitando entupimentos. Esse sistema também impede a entrada de ratos pelo encanamento”, comenta o engenheiro.

Ainda haverá filtros para dispersão do ar, eliminando qualquer possibilidade de odor na região, câmara fria nos boxes e espaço refrigerado para triagem, gelo e lixo.

Atenção à qualidade e higiene

Toda essa atenção com uma estrutura para maior higiene do local não é à toa. Conforme recomendações do Conselho de Nutricionistas, um fator muito importante na hora de consumir peixes é em relação ao local de compra do produto. “É importante que os peixes sejam adquiridos em locais que se apresentem limpos e organizados e que ofereçam opções de boa qualidade e em bom estado de conservação”, diz a nutricionista do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo (CRN-3), Viviani Fontana.

Neste quesito, o Novo Mercado de Peixes contribuirá diretamente no processo, podendo, inclusive, incentivar o maior consumo do produto. “Só o fato de ter um ambiente climatizado e estacionamento para os clientes será ótimo. O peixe ficará menos exposto ao calor”, indica Maria Bezerra, 63 anos, que mora em Santos há 50 anos e consome peixe pelo menos uma vez por semana.

O santista Francisco Feitosa possui a mesma opinião. Segundo ele, a higiene será o destaque do novo equipamento. “Eu consumo peixe toda semana e sempre compro no Mercado de Peixe aqui de Santos, porque comprar peixe é complicado. Tem que comprar com alguém de confiança”, ressalta o morador do bairro Boqueirão, que acredita que o Novo Mercado será um ambiente mais limpo e organizado. “Com certeza, a higiene é o ponto mais importante”, avalia.

Carlos Irajá, de 64 anos, que vai ao mercado de peixe pelo menos uma vez por mês acredita que a construção ficará muito boa. “Já estava na hora de melhorar. Não tenho dúvidas que será um mercado de ponta. Deveria ter sido construído há muito tempo”, frisa o consumidor.

Para a cozinheira Luciana Jorge, que coloca peixe em seu cardápio toda semana, o Novo Mercado de Peixe irá contribuir para um maior conforto e, consequentemente, o aumento do número de frequentadores. “Só compro peixe aqui e acredito que com o Novo Mercado teremos mais limpeza e ficaremos mais à vontade. É possível até que as pessoas passem a frequentar mais o local e comer mais peixe”, analisa.

Investimento em obras para o desenvolvimento de Santos

As obras de modernização do Mercado de Peixes só estão sendo possíveis, pois a Lei de Uso e Ocupação do Solo, aprovada pela Câmara Municipal de Santos, em 2018, passou a garantir à Prefeitura Municipal de Santos um novo tipo de imposto, permitindo receber investimentos em obras para o desenvolvimento da cidade.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade