Notícias

Notícias

Acompanhe entrevista completa da Ana Cristina, jurídico do Núcleo de Integração Social – NIS

Data19 julho 2019

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

“Se você considerar solidariedade, talento para vendas, honestidade, empenho e trabalho coisas fáceis…Você certamente é o empreendedor moldado para integrar esse projeto com sucesso na obtenção de excelente renda própria e uma autoestima emocional valorizada”

JE – O que é o NIS?
Ana Cristina – O NIS é um Projeto de Inclusão Social e Empreendedorismo, sem qualquer subsídio de origem governamental ou do próprio empreendedor, que por meio de parcerias ou convênios com grandes empresas, obterá produtos e serviços exclusivos para serem negociados pelo sistema NIS, que com os recursos pela atividade investe em projetos sociais de diferentes entidades O NIS não tem fins lucrativos , e funciona aos moldes Europeus, lá implantado há mais de 50 anos de pleno sucesso, em especial na Espanha e Itália.

JE – Qual objetivo do NIS?
Ana Cristina – O Objetivo é incluir as pessoas em risco social; os deficientes, as pessoas que tem dificuldades de pagar suas contas, aposentados ou desempregados, ensiná-los a empreender, sem que tenham o ônus de disponibilizar seus recursos em: estoque, aluguel, funcionários, logística, despesas com escritório. O investindo necessário para gerar renda própria no NIS, são as seguintes qualidades: solidariedade, talento para vendas, honestidade, empenho e trabalho.

JE – Mas assim parece ser fácil …!
Ana Cristina – Se você considerar solidariedade, talento para vendas, honestidade, empenho e trabalho coisas fáceis…Você certamente é o empreendedor moldado para integrar esse projeto com sucesso na obtenção de excelente renda própria e uma autoestima emocional valorizada.

JE – Como a pessoa saberá que tem talento para vendas? Ela pode saber vender eletrodomésticos, mas não saber vender prestação de serviços?
Ana Cristina – Boa Pergunta! A resposta também é fácil, e vem através de mais um benefício que o NIS oferece a seus empreendedores, a Universidade NIS, que desenvolveu cursos rápidos, com didática própria, ministrados via online EAD (educação a longa distância), que ajuda aos futuros agentes NIS entenderem melhor o mecanismo de abordagem, operação das vias tecnológicas necessárias para efetivação das vendas e mais a interação com os professores, podendo assim perguntarem e serem orientados sem qualquer dificuldade pelos Agentes NIS

JE – O que é exigido para pessoa participar? Existe alguma taxa a ser paga ou tempo mínimo de participação?
Ana Cristina – As exigência feita é o credenciamento através do link https://goo.gl/forms/uNPOyrnglNex4IPH3 , sempre feito mediante a indicação e seleção de um membro da Diretoria ou Coordenador, após credenciamento o empreendedor ou agente NIS, será identificado por um número de registro gerado na Administradora NIS, o qual será usado para todas as situações desde a identificação física (qualificações pessoais, nome, RG, CPF, estado civil, etc) de todos os agentes NIS, sejam eles Coordenadores , Consultores de Vendas ou Pontos Fixos (qualificações da empresa).
O registro também viabilizará a Administradora NIS, o detalhamento das vendas exemplo quem vendeu, quando vendeu, quanto vendeu, onde vendeu, o que vendeu, qual a empresa do produto vendido, qual o percentual de comissão pago pelo produto ou serviço vendido, obtenção do extratos das comissões sobre as vendas realizadas no mês no geral e por cada credenciado, qual a conta bancária e o dia que deverá ser realizado o depósito, prazo de entrega , valor da mercadoria etc…

JE – Realizada a venda, qual será o percentual destinado ao agente NIS ou empreendedor?
Ana Cristina – Cada empresa parceira, conveniada ou fornecedora, aprova um percentual diferente para cada produto ou serviço, porém antes da realização da venda o empreendedor ou agente, como disse, terá acesso aos percentuais que serão pagos por ela.

JE – Quem pagará os impostos sobre a venda? Quem emitirá a nota fiscal?
Ana Cristina – A Empresa parceira, conveniada ou fornecedora do produto ou serviço a ser contratado; ela quem emitirá a Nota Fiscal, diretamente contra o adquirente ou tomador do serviço, portanto essa operação está resolvida. Quanto aos impostos incidentes, sobre as comissões é claro que cada qual pagará a parte que lhe corresponde.

JE – De que forma se dará a venda?
Ana Cristina – O NIS por sua Administradora NIS, tem habilitado um sistema online que opera tal qual os sites de venda, porém, quem somente terá acesso serão os credenciados eles viabilizarão a venda do produto ou a tomada do serviço para o interessado na aquisição ou contratação. O link será baixado no celular do credenciado, onde a Administradora por meio de empresa de informática parceira, atualizará o site com produtos e serviços a serem comercializados pelos credenciados.

JE – Então pergunto por que não adotar um site como outros tantos que existem por ai?
Ana Cristina – Porque este tem o cunho social. Na tarefa de integrar, o relacionamento interpessoal é importante exercício para os envolvidos, além do que, existirão pontos fixos a serem credenciados e identificados pelos interessados nos produtos e serviços por meio de adesivos aplicados no local de seu comércio.

JE – O que são pontos fixos?
Ana Cristina – São estabelecimentos comerciais que os credenciados irão oferecer para credenciá-los também, para que assim além do seu próprio negócio desenvolvam no mesmo ponto das operações NIS de vendas.

JE – Então existem quantos tipos de credenciados?
Ana Cristina – Vamos lá:
a)    Coordenador: é o credenciado que terá a tarefa de captar no mínimo 10 (dez) estabelecimentos solidários e 5 (cinco) Consultores de Vendas, orientá-los e verificar os resultados das vendas por eles efetuadas, será ele também que pelo critério da meritocracia excluirá, manterá ou indicará como Coordenador os Consultores de Vendas.
b)    Consultor de Vendas: é o credenciado captado pelo Coordenador, e é quem ganhará o maior percentual sobre as vendas por ele realizadas, e que também poderá selecionar cinco estabelecimentos solidários.
Para esclarecimento: Cada venda destinará comissões, ao Consultor, ao Coordenador deste que o indicou e ainda destinar aos Pontos fixos e Coordenadores e consultores que o captou, além da diretoria, assim como as empresas intervenientes, mais sobre tudo para a Associação Nacional sem fins lucrativos de lucro para que possa reverter o dinheiro em ações solidarias. O Consultor ganhará a maior comissão do grupo, porém o Coordenador ganhará uma menor comissão sobre todos os Consultores por ele captado.
Enfim o NIS possibilita a realização de 3 quatro tipos de atividades empreendedoras;
1)    A captação dos Pontos Fixos, por Coordenadores ou Consultores, os quais serão credenciados e adesivados para serem reconhecidos pelas pessoas interessadas em adquirir produtos ou serviços.

2)    Coordenadores, realização de vendas.

3)    Consultor de Vendas, realização das vendas.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade