Notícias

Notícias

Agroclima PRO e Metos Brasil lançam serviço integrado de agrometeorologia

Data23 abril 2019

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

O Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia 4.0 da Climatempo, se uniu a Metos Brasil, líder mundial em monitoramento e soluções de inteligência para o agronegócio, para oferecer ao mercado uma solução integrada no ramo da agricultura inteligente, capaz de transformar o clima em melhor aliado do campo.

A novidade será apresentada durante a 26º edição da Agrishow, que acontece de 29 de abril a 03 de maio, em Ribeirão Preto (SP). Com a parceria, o Agroclima PRO passa a receber informações em tempo real de todas as estações meteorológicas da Metos Brasil. Para os agricultores, além do benefício da integração, está a facilidade de adquirir os dois produtos em conjunto.

“A união dessas soluções vai proporcionar a entrega de um serviço muito mais assertivo e eficiente para o produtor. Estamos trazendo o que há de mais moderno no mundo em tecnologia de monitoramento para auxiliar a tomada de decisão e o planejamento no campo”, afirma João Castro, gerente de produto Agroclima PRO.

Hoje as estações meteorológicas podem representar um grande ganho para o monitoramento local de áreas produtoras em todo o Brasil. Ou seja, podem ser usadas para aviso do início das chuvas e remodelagem dos maquinários e equipes de trabalho em campo. Com uma rede de monitoramento, as estações permitem, ainda, uma constante melhora nas previsões locais.

“No Brasil, o número de estações é muito baixo. Um de nossos principais papéis é fomentar a expansão de equipamentos em funcionamento no país. Construindo um sistema integrado, será possível um monitoramento muito mais efetivo e preventivo”, diz Luciano Loman, Diretor Executivo da Metos.

Informações que fazem a diferença

O Agroclima PRO oferece previsões para 72 horas, 15 dias e tendência para os próximos seis meses, favorabilidade climática para o desenvolvimento de doenças, além de previsão do balanço hídrico e índice NDVI – Índice de Vegetação Normalizada -, obtido por meio da avaliação de imagens de satélite.

Com o índice, o produtor consegue realizar um rápido diagnóstico que torna possível detectar as áreas com menor vigor vegetativo, identificando de forma rápida as áreas que estão sob ataque de pragas, doenças ou deficiência nutricional, permitindo assim correções pontuais.

O Agroclima PRO foi desenvolvido pelo Labs, Laboratório de Pesquisa & Inovação da Climatempo. O departamento segue trabalhando para trazer ao mercado novos produtos, tanto para o agronegócio como para outros segmentos, que apostem em tecnologias de ponta como a inteligência artificial (IA) e o machine learning.

“Nossa equipe de experts criou uma metodologia de aprendizado das máquinas que prevê a precipitação no país em função das temperaturas do oceano”, explica Castro.

A técnica implementada utiliza imagens da temperatura da água do mar captadas por satélite. As informações podem beneficiar os produtores, já que são capazes de indicar se a temporada de chuva no período do plantio será favorável.

“Soma-se a isso a utilização do Radar Agro para operações agrícolas. A ferramenta de baixo custo possibilita aumentar o desempenho das máquinas no campo e mostrar com altíssima assertividade a quantidade de chuva por talhão”, afirma.

Conectado à plataforma Agroclima PRO, o Radar Agro, único do mercado a oferecer alertas de chuva para as próximas horas por setores da fazenda, permite que o produtor reduza custos diários, principalmente com um bom planejamento para as aplicações de defensivos.

Após as chuvas, os produtores conseguem acompanhar pelo dashboard da ferramenta o mapa do acumulado de chuva hectare por hectare da fazenda. ‘Na prática é como se para uma fazenda de 20 mil hectares tivéssemos 20 mil pluviômetros coletando dados de chuva”, explica Vitor Hassan, gerente de negócios do Agroclima PRO.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade