Notícias

Notícias

Mamão é um dos produtos mais vendidos na Ceagesp

Data17 dezembro 2018

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Mais de 100 mil toneladas de mamão foram comercializadas na maior Central de abastecimento da América Latina, a Ceagesp, somente este ano.

O mamão é de extrema importância comercial para a Ceagesp, tanto que ela é uma das principais frutas que movimentam a economia do Entreposto paulistano. É o terceiro produto do ranking por toneladas, do setor, ficando atrás apenas da laranja e da maçã e o quarto colocado no cenário geral, dessa vez, com laranja, tomate e batata, respectivamente, à frente.

De acordo com o balanço realizado pela Ceagesp, em 2017, foram comercializadas mais de 157 mil toneladas, sendo o Havaí responsável por 66,85% das vendas, enquanto o formosa com os 33,15%. Ambos representaram, financeiramente, cerca de 278 milhões de reais.

Número satisfatório, ainda mais, se comparado com o ano anterior, com 134 mil t. Um aumento que representa cerca de 17%. Entretanto, em relação ao preço, em 2017, os dois tipos fecharam o ano em alta, o mamão havaí (59,5%) e o formosa (24,8%).

Em outubro, deste ano, segundo o levantamento da Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, a fruta na Ceasa de São Paulo teve um aumento de apenas 0,2%, em relação ao mês anterior.

Já no acumulado, por enquanto, de janeiro a novembro de 2018, a fruta contabiliza mais de 106 mil toneladas nas vendas.

As principais cidades que enviam, por exemplo, o mamão formosa para a Ceasa de São Paulo são: Pinheiros – Espírito Santo, (16,5%), São Felix do Caribe – Bahia (12,8%) e Baraúna – Rio Grande do Norte (6,7%). Já do tipo Havaí, a cidade Prado, na Bahia representa 22%, enquanto Linhares e São Mateus, no Espírito Santo, cada com 11% de participação.

A fruta é vendida em caixas que variam desde 7 a 10 quilos. O mamão é colocado em uma embalagem de papelão e inserido em uma rede de isopor. E ainda é envolvido em um papel.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade