Notícias

Notícias

Primavera, estação que deixa a economia mais florida do País

Data26 setembro 2018

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

A primavera começou, recentemente, no hemisfério sul, no dia 22 de setembro. Estação associada com as belezas das flores. Encanto que também movimenta com a economia brasileira. Isso porque, de acordo com o balanço realizado pelo Instituto Brasileiro de Floricultura – Ibraflor, em 2017, o setor conseguiu movimentar mais de 7 bilhões de reais e a expectativa ainda é mais animadora para este ano. Segundo o Ibraflor, 2018, a floricultura do País pode chegar à impressionante marca de R$ 8 bilhões. Um crescimento de 7%, em relação ao ano anterior.

A Expoflora, maior feira de maior exposição de flores e de plantas ornamentais da América Latina, que fica localizada na cidade de Holambra, em São Paulo, reuniu nos 15 dias de evento, de 24 de agosto até 23 de setembro, mais de 325 mil visitantes. Ela é uma das principais feiras que as empresas desse segmento aproveitam para lançar as tendências para o mercado. “A Expoflora é uma grande vitrine do que o setor de floricultura está oferecendo ao mercado”, diz Kees Schoenmaker, presidente do Ibraflor.

Já a maior Feira de Flor do País fica localizada na CEAGESP. Segundo a Companhia, semanalmente, são comercializadas entre 800 e 1 mil toneladas de flores e plantas. Em cada um dos dias em que é realizada, circulam em média de 5 mil a 8 mil pessoas no ETSP.

De acordo com o balanço realizado pela Companhia, em 2017, foram comercializadas mais de 36 mil toneladas. Número obtido bem abaixo em relação ao ano anterior, um déficit de aproximadamente 7%. Sendo que em 2016, o setor conseguiu a movimentação de mais de 39 mil toneladas. O item mais vendido foi a Tuia, com 2,8 mil t.

 

 

 

VEJA TAMBÉM...

Publicidade