Notícias

Notícias

Qualidade da pele da batata depende de cuidados no enraizamento

Data22 agosto 2018

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Os aspectos visuais são determinantes no momento da escolha do consumidor pelo alimento que está na prateleira. Na cultura da batata, por exemplo, algumas características da pele – ou casca – são consideradas um atrativo comercial.

Quanto mais limpa e brilhosa for essa superfície melhor é a qualidade do produto oferecido, sendo assim, maior é o valor agregado e a rentabilidade conquistada pelo agricultor. Para alcançar esses diferenciais, cuidados com as raízes e os tubérculos são essenciais no processo.

“Um sistema radicular bem desenvolvido vai promover melhor absorção de água e nutrientes pela planta. Logo, esse vegetal, suprido de suas necessidades, dará condições para melhor desenvolvimento dos tubérculos, sem interferência de agentes estressantes contra a superfície externa envoltória desse tubérculo, que é a casca”, explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico especializado em hortifrúti da Alltech Crop Science.

Consciente destes desafios, a produtora de batata Silvia Nishikawa, proprietária da Fazenda TriS em São Gotardo (MG), usa ferramentas naturais, à base de extratos fermentados e nutrientes, buscando mais vigor e qualidade de pele.

Estudo realizado na propriedade em 2017, após a utilização destas soluções, apontou que do total produzido 47,5% das batatas alcançaram classificação semente e 36,4% classificação comercial, sendo estas as mais buscadas pelo mercado, para replantio e consumo respectivamente. Além disso, a produção cresceu 2,3%.

“Esta uniformidade ajuda na arrancada inicial e no vigor das plantas, proporcionando valor agregado em todo o desenvolvimento da lavoura, resultando em alta produtividade. Essa é a base”, afirma Silvia. Na safra 17/18, a TriS foi a fazenda de São Gotardo com um dos maiores índices de produção.

“Aplicamos tecnologias que vão melhorar a qualidade do solo e promover o enraizamento para obtermos maior absorção de micronutrientes e água presentes no solo, chegando ao final do ciclo de forma saudável e com qualidade de casca”, complementa.

O engenheiro agrônomo explica que a tecnologia, por ser desenvolvida a partir de extratos de fermentados combinados com alguns nutrientes específicos, ativa a microbiota benéfica que já existe no solo de uma maneira natural e espontânea. “Esse ambiente se torna mais equilibrado, contribuindo para melhor desenvolvimento radicular, para que essas plantas tenham a capacidade de expressar o seu potencial genético”, destaca Revoredo.

Auxílio ao produtor

A ferramenta faz parte do portfólio de soluções naturais da Alltech Crop Science, pensado para ajudar o agricultor a superar os principais desafios durante a produção dos cultivos. Lançado recentemente pela empresa, o Soil-Plex Active tem como objetivo potencializar as condições biológicas do solo, contribuir para o maior desenvolvimento radicular e absorção de nutrientes. Além de favorecer o crescimento saudável das plantas e auxiliar na melhoria da produtividade dos tubérculos.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade