Notícias

Notícias

Obesidade vs Desnutrição

Data29 janeiro 2018

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

De um lado da balança literalmente está a obesidade que atinge milhares de pessoas, inclusive crianças e adolescentes e na outra extremidade está a inseguridade alimentar, onde toneladas de alimentos são desperdiçados, tendo mais de 7 milhões de pessoas, no Brasil, passando fome.

A Organização Mundial da Saúde – OMS estima que globalmente algo próximo de 41 milhões de crianças entre 0-5 anos obesas ou com sobrepeso, e prevê ainda que se o cenário atual continuar dessa maneira, o número poderá saltar para 70 milhões, em 2025. Só no Brasil, por exemplo, são mais de 11,3 milhões de jovens que se encontram hoje nessa situação.

A agência também apontou que a obesidade e o sobrepeso estão ligados a mais mortes mundialmente que a desnutrição e o baixo peso. Crianças e adolescentes com sobrepeso têm maiores chances de se tornarem adultos obesos. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde apontam que 20% da população brasileira sofre com a obesidade.

A questão é que esses números alarmantes mostram um problema da sociedade em um País que segundo o IBGE, mais de 7 milhões de pessoas passam fome, no Brasil. Outro fator importante é segundo dados da FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, um terço da comida produzida do mundo, aproximadamente 1,3 bilhão de toneladas, é desperdiçada.

No ano passado, em maio, a Jovem Pan realizou um debate com importantes especialistas de diversos setores para discutir sobre produção de alimentos no futuro. Mitos e Fatos – Alimentação do Futuro. O Entreposto esteve presente acompanhando de perto o cenário.

Isso porque, de acordo com as estimativas da ONU, em 2050, serão mais de 10 bilhões de pessoas na Terra. E a apreensão, desde já, segundo os organizadores é de como vamos produzir alimentos suficientes para atender toda essa população?

VEJA TAMBÉM...

Publicidade