Notícias

Notícias

Nem sempre aparência significa produto de qualidade

Data19 abril 2017

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Ao escolher qualquer produto, o consumidor, geralmente, utiliza muitas das vezes de recursos naturais como o tato, o cheiro e principalmente o olhar. A aparência se torna algo importante na hora da compra. Porém, nem sempre o que está com uma aparência feia está, aparentemente, estragado e nem sempre aquele alimento com um visual bonito possui uma qualidade boa.

Um exemplo disso, é o caso da berinjela e de outros alimentos como o tomate. O permissionário Enio Kiyohara explica, brevemente, o que pode acontecer com o fruto.

“A mosca coloca o seu ovo na flor da berinjela. Essa flor vai se transformar no fruto e a larva também se desenvolverá lá dentro. Então, muitas das vezes, quando se pega o legume, não tem nada por fora, está intacto. Você pode verificar minuciosamente, mesmo até com uma lupa, não será encontrado furo nenhum. Porém, ao cortá-la, ela vai estar com o bicho em seu interior. E quando o fruto está com pequenos buracos foi porque, a larva saiu de dentro para fora e não ao contrário. Isso geralmente acontece quando não é pulverizado. Por causa do excesso de chuva, a pulverização perde o efeito da aplicação” explica Enio. 

Por isso, vale a pena ressaltar que  nem sempre aparência é tudo!

 

VEJA TAMBÉM...

Publicidade