Notícias

Notícias

Índice de Preços da Ceasa (IPCE) contribui para análise do mercado de hortigranjeiros

Data29 novembro 2016

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

De janeiro a setembro de 2016, o setor que apresentou a maior queda na Ceasa, de acordo com o IPCE, foi Folha Flor e Haste com -34,59%. Lançado em janeiro de 2014, o Índice de Preços da Ceasa (IPCE), apura e analisa os preços de 64 alimentos comercializados na Centrais de Abastecimento do Ceará.

A pesquisa realizada apenas na Ceasa Ceará e na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP), tem como objetivo realizar uma análise precisa do mercado e informar melhor todos aqueles que participam da cadeia produtiva, entre eles produtores, comerciantes, atacadistas de origem e distribuidores. O IPCE analisa cinco setores: Frutas; Folha, Flor e Haste; Hortaliças-Fruto; Raiz, Bulbo e Rizoma e Cesta Básica.

De janeiro a setembro de 2016, o setor que apresentou a maior queda na Ceasa, de acordo com o IPCE, foi Folha Flor e Haste com -34,59% e o que registrou preços em alta foi o da Cesta Básica com 41,42%. A segunda maior queda foi no setor Raiz, Bulbo e Rizoma com -18,79%, em seguida aparece a Hortaliça Fruto com -2,17%. Já as frutas apresentam um aumento de 18,72%, durante os primeiros nove meses do ano.

Odálio Girão, explica que o setor Folha, Flor e Haste, representado, principalmente, pela alface, cebolinha, coentro e repolho, apresentou queda diante das boas colheitas na principal zona produtora do Ceará que é a Serra da Ibiapaba e com uma boa contribuição da produção da grande Fortaleza e maciço de Baturité. Em contrapartida o setor da Cesta Básica permanece em alta diante de vários fatores: cinco anos de estiagem, fortes chuvas no Sudeste, quebra de safra no Sul e mudanças de cultura no Centro-Oeste, em vez de plantar mais arroz e feijão foi plantado soja. Diante disto, segundo Odálio Girão a maioria dos preços dos produtos da Cesta Básica na Ceasa permaneceu em alta durante o ano todo.

Assessoria de Comunicação da Ceasa/CE

Karla Camila

[email protected]

(85) 3299-1701

VEJA TAMBÉM...

Publicidade