- Jornal EntrePosto - https://www.jornalentreposto.com.br -

Agricultura 4.0 é considerada a nova fronteira do Agronegócio

A tecnologia da informação já está presente no campo e é um caminho sem volta. O uso de dados, biotecnologia, big data entre outros recursos torna o agronegócio cada vez mais globalizado e competitivo, sendo aplicado por todos os perfis de produtores. Dentre as inúmeras vantagens da agricultura 4.0 estão a criação do valor agregado ao produto, redução dos custos operacionais e agilidade na produção.

“Estamos trabalhando maneiras de conectar o campo com a internet por meio de iniciativas neste sentido. Para desenvolver a agricultura no Brasil precisa de conectividade, um dos nossos gargalos, e a John Deere está pensando em uma série de ideias para suprir essa demanda”, ressalta Maurício Menezes, especialista em Soluções Integradas da John Deere Brasil.

A John Deere mostra ao produtor como as Soluções Integradas para Agricultura de Precisão agregam em tecnologia, eficiência, produtividade e redução de custos. Para tanto, coletar dados e informações em tempo real e proporcionar um melhor gerenciamento de sua frota em todas as fases do ciclo produtivo são ações fundamentais. 

O foco da companhia é viabilizar que este processo aconteça de maneira mais automatizada e mais compartilhada. Por isso, está desenvolvendo um portal que está chegando no Brasil “Meu John Deere”, onde catalisará as informações e compartilhará tudo: dos produtores para consultores e vice-versa. 

Com isso, o cliente tem foco total no negócio dele, que é produzir. Portais como este são suportados por grandes nuvens de dados, lidando com o big data, tudo focado em conectividade e em Internet das Coisas (IoT – Internet of Things), que já está no universo das máquinas.

Mundialmente, a John Deere investe cerca de US$ 4 milhões por dia em pesquisa e inovação. Isso reflete na produtividade do agricultor, que conta cada vez mais com tecnologias que auxiliam seu trabalho no campo.