Notícias

Notícias

Walmart é o único varejista no país a ter cerca de 80% do volume de pescados comercializados já rastreados

Data1 setembro 2016

COMPARTILHE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Pioneira ao lançar um programa de monitoramento da cadeia de pescado no país, o Walmart Brasil é o único varejista no país a ter cerca de 80% do volume de pescados comercializados, nas lojas Big, Bompreço, Nacional, Mercadorama, TodoDia e Walmart, já rastreados. Este resultado faz parte do projeto lançado há 18 meses, em parceria com a ONG Sustainable Fisheries Partnership (SFP).

De acordo com a empresa, o objetivo é comercializar pescados de origem mais sustentável, contribuindo para a preservação da biodiversidade aquática e marinha, apoiar e promover ações que fomentem a responsabilidade social na cadeia. “Com este programa, reforçamos o nosso compromisso de fornecer aos nossos clientes pescado e frutos do mar de qualidade e oriundos de formas de manejo mais sustentáveis, que promovam também a inclusão social e o desenvolvimento das comunidades”, afirma Carlos Dante Proveti, diretor comercial do Walmart Brasil.

O programa de monitoramento da cadeia de pescado do Walmart Brasil já conta com a participação dos 16 maiores fornecedores de pescados congelados, seis deles acabam de ser inseridos no programa. Empresas como Frescatto, DellMare, Pioneira da Costa, West Norway já estão utilizando o sistema há um ano e inseriram informações relativas as principais espécies e áreas de pesca.

Atualmente, o programa já mapeou 26 pescarias – definido por espécie, zona de pesca e arte de pesca. “Com o sistema, conseguimos avaliar o grau de risco associado à sustentabilidade das pescarias e rastrear de onde vêm os pescados que comercializamos. Com base nisso, definimos as espécies prioritárias a serem trabalhadas com o objetivo de promover práticas sustentáveis no setor junto aos nossos fornecedores”, explica Tatiana Trevisan, gerente de Sustentabilidade do Walmart Brasil.

Hoje, o Walmart tem um diagnóstico do risco ambiental e social das 21 espécies de peixes congelados mais vendidas em suas lojas. “Após o diagnóstico, desenhamos o plano de ação para cada espécie e seus respectivos fornecedores. Essas 21 espécies representam cerca de 80% do volume comercializado no país”, revela Trevisan.

“Temos interesse em atuar em conjunto com nossos parceiros de varejo e abastecimento. Em última instância, queremos que todas as fontes de frutos do mar sejam mais sustentáveis. Começamos a trabalhar com o Walmart dos Estados Unidos há mais de uma década, e então começamos a trabalhar com a Asda no Reino Unido e Walmart no Canadá. Cada novo parceiro aumenta as chances de sucesso em nível global e estamos muito entusiasmados em trabalhar com o Walmart Brasil neste esforço”, afirma Jim Cannon, CEO da Sustainable Fisheries Partnership.

VEJA TAMBÉM...

Publicidade