- Jornal EntrePosto - https://www.jornalentreposto.com.br -

Estudantes do “Programa Jovem Agricultor do Futuro” se reúnem com secretário Arnaldo Jardim, em Sertãozinho

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, se reuniu com cerca de 70 estudantes do “Programa Jovem Agricultor do Futuro”, em Sertãozinho, durante a 12ª Feira do Agronegócio da Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de (Copercana), no dia 24 de junho de 2016.

Arnaldo Jardim demostrou seu otimismo com o projeto, que foi criado para evitar o êxodo rural, apresentando aos jovens a importância da agricultura para o País. “Vejo no olhar desses jovens a vontade de fazer a diferença. O projeto é fundamental para mostrar a cada um desses futuros produtores que a nossa agricultura é privilegiada, que podemos produzir em harmonia com o meio ambiente e aproveitar a diversificação de culturas para fazer do nosso setor agropecuário cada vez mais pujante”, disse.

O Programa “Jovem Agricultor do Futuro” é realizado pela da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp), com parcerias dos sindicatos rurais e prefeituras de mais de 150 municípios paulistas, com o objetivo de desenvolver competências técnicas básicas, gerais e de empreendedorismo relacionadas a empresas rurais.

No decorrer do programa são abordados e vivenciados diversos temas, como projeto de vida, profissional e ação comunitária, como cuidar dos alimentos e da terra, a comercialização do produto, recuperação de áreas degradadas, além de oficinas de comunicação oral e escrita, tecnologia de informação, trabalho em equipe, atendimento ao cliente, promoção à saúde e aprender, visando completar o preparo em todos aspectos técnicos e pessoais, para que o desenvolvimento dos jovens possa ser integral.

Para o secretário, o programa está em consonância com as diretrizes estabelecidas pelo governador Geraldo Alckmin, que é criar uma agricultura harmônica com o meio ambiente, aproximar o conhecimento do produtor, incentivar a pesquisa e garantir a saudabilidade dos alimentos.

De acordo com o instrutor do Programa, em Sertãozinho, Marcio Rogério Sanches, o trabalho foi desenvolvido para resgatar o jovem do campo, evitando o êxodo rural. “Nós não só ensinamos como fazer plantio, manejo, colheita agrícolas e criação de animais de pequeno e médio porte, mas também fazemos um trabalho de conscientização da importância da agricultura para a sociedade, fazendo com que permaneçam no campo, fomentando o setor agropecuário”, destacou.

E o trabalho tem apresentado resultado, como contou a estudante Jéssica de Sara Carniel. “O Programa foi fundamental para estimular o meu interesse em engenharia agronômica, porque encontrei na agricultura a minha felicidade”, disse.

O estudante Victor Gabriel da Costa Silva afirmou que o projeto o ajudou a adquirir conhecimentos sobre as práticas agrícolas, a plantar, a colher a desenvolver as ferramentas. “Aqui eu aprendi que se tivermos uma agricultura forte, o Brasil crescerá. Por isso, quero me especializar para contribuir com esse desenvolvimento econômico, social e sustentável”, afirmou.

Já o estudante Pedro Luís Sanches afirmou que o segredo do projeto é a dinâmica, que acaba “prendendo a atenção do jovem, por sua didática inovadora, instigante e interativa”, ponderou.