- Jornal EntrePosto - https://www.jornalentreposto.com.br -

Projeto com pescadores realiza primeira entrega no Tocantins

No dia 21 de junho, a primeira de 24 instituições situadas no Tocantins recebeu como doação carne de peixe mecanicamente separada fruto do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Pescado. Foi a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Aliança do Tocantins, cidade que fica na região Centro-Sul do estado. A carne foi processada no frigorífico Bonutt Fish e é produto de despesca realizada por pescadores da colônia de Brejinho de Nazaré, cidade vizinha banhada pelo rio Tocantins.

Nove pescadores, juntos, retiraram do rio mais de 840 kg de peixes que, depois de processados, geraram quase 560 kg de carne mecanicamente separada. E é essa carne que está sendo encaminhada para instituições de cinco cidades tocantinenses: além de Aliança do Tocantins e de Brejinho de Nazaré, Gurupi, Porto Nacional e a capital Palmas serão beneficiadas. A entrega está sendo realizada dentro do programa Mesa Brasil, sob a responsabilidade do Serviço Social do Comércio (Sesc) no estado.

A coordenação do projeto é da superintendência regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Estamos felizes, realmente felizes, porque estamos aqui deixando proteína de alta qualidade pra pessoas que precisam e pessoas gratas”, afirmou durante a entrega da carne o superintendente Jalbas Manduca.

A Embrapa Pesca e Aquicultura também participa do projeto. O chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da instituição, Alexandre Freitas, lembrou que há uma meta a ser buscada: “nós temos 12 toneladas de peixe pra processar e distribuir. Ainda tem um bom caminho (pra atingir essa meta de entrega)”. Vanaldo Bispo dos Santos preside a Colônia de Pescadores de Brejinho de Nazaré. Agradecendo as instituições participantes do projeto, ele afirmou que “o meu sonho que eu tinha nesse programa de ser desempenhado, neste momento se encontra realizado”.

Nem todos os pescadores participaram desta primeira despesca / entrega de peixes. A expectativa, no entanto, é de que esse número de nove aumente nas próximas ações do projeto. Ainda neste ano, a colônia pode realizar a entrega do restante de peixes até completar as 12 toneladas previstas nesta fase.

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins é outro parceiro do projeto. Durante a entrega desta terça, o presidente do órgão, Pedro Dias, disse que “tudo isso aqui só está acontecendo porque existe uma política pública do governo federal que destina recursos e os meios pra que os órgãos responsáveis possam fazer a aplicação desse recurso e fazê-lo chegar a vários segmentos”.

Embrapa Pesca e Aquicultura 

Clenio Araujo (6279/MG) 

pesca-e-aquicultura.imprensa@embrapa.br 

Mais informações sobre o tema

Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

www.embrapa.br/fale-conosco/sac/