Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Arquivos
Advertisement

Em dezembro, o preço geral dos hortigranjeiros caiu 24,2% no atacado da CeasaMinas, na comparação com novembro. Os bons preços devem permanecer em janeiro, especialmente para batata lisa, chuchu, abobrinha italiana, quiabo, limão tahiti, melancia e mamão formosa. As informações são da Seção de Informações de Mercado da CeasaMinas.

Diante de uma perspectiva de retomada lenta da economia, o mercado de frutas e hortaliças vai exigir um aumento do consumo para compensar a alta da oferta esperada em 2017, de modo a evitar excedentes de produção. A boa notícia é que os custos não devem aumentar em razão de melhorias na produtividade e preços estáveis nos insumos. Essa é uma das projeções divulgadas pelos pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade de São Paulo (USP), na edição 163 da Revista Hortifruti Brasil.

Mais de 420 toneladas de agroquímicos obsoletos guardados em propriedades rurais no território paulista serão incineradas pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. A parceria entre o Governo do Estado de São Paulo com o do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (InpEV), estabelece que a Secretaria de Agricultura, por meio de sua Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), seria responsável pela fiscalização e incineração dos produtos e o Instituto pelo o acondicionamento e o transporte, e a Companhia Ambiental Do Estado De São Paulo (Cetesb), da Secretaria do Meio Ambiente pela emissão das licenças necessárias para o processo.

A flora paulista ficou maior em 2016 com as 61 mil mudas plantadas pela Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista. Outro ganho ambiental do Estado neste ano promovido pela Codasp foram os cerca de 270 quilômetros de estradas rurais readequados pelo Programa Melhor Caminho/Pontos Críticos.

Mesmo com problemas climáticos enfrentados em 2016 o saldo foi positivo para a agricultura, avaliou o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, ao fazer o balanço do ano. “Dos R$ 183,1 bilhões programados para o atual Plano Agrícola e Pecuário, já foram contratados R$ 57,1 bilhões até novembro, com destaque para o Moderfrota.” A vigência do plano vai até 30 de junho de 2017.

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.