Principais Categorias

Grid List

Quem já viu como opera a Bolsa de Valores, ou acompanha de perto a economia, sabe que há uma loucura de sobe e desce nos preços das ações. O motivo? Inúmeros, por exemplo, uma mudança de um presidente de um país, a falência de uma empresa, a valorização de uma moeda já são capazes de causar uma reviravolta em todos os setores. 

Fortalecimento de parcerias com grandes marcas alavanca resultados do e-commerce e previsão de crescimento de 18% em 2017. O ano de 2016 foi bastante produtivo para o e-commerce brasileiro, que faturou R$ 53,4 bilhões, um crescimento de 11% em comparação a 2015. Neste ano, o setor segue em ascensão, com previsão de alcance equivalente a R$ 59,9 bilhões, segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). 

Para discutir a importância do setor agropecuário paulista e nacional no mercado mundial, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, acompanhado do secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, recebeu os ministros José Serra, das Relações Exteriores, e Blairo Maggi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento juntamente com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e especialistas em agronegócio, no dia 6 de fevereiro, no Palácio dos Bandeirantes.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) deverá lançar este ano o Sistema Integrado de Agrotóxicos, que também envolverá a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O verão no Hemisfério Sul começou, exatamente, no dia 21 de dezembro, às 8h44, horário de Brasília e vai até 20 de março, às 7h29. A previsão para os primeiros meses de 2017 é que seja um clima mais ameno em relação ao ano anterior. Isso, porque, em 2016, o El Niño, fenômeno que resulta no aquecimento anormal das águas do Pacífico criando massas de ar quentes, elevou as temperaturas e consequência disso aumentou a quantidade de chuvas.

Técnicos da secretaria estadual de Agricultura, e das empresas vinculadas, Emater-Rio e Pesagro se reuniram nesta semana, com equipes da secretaria de estado de Ambiente - SEA e Coppe/UFRJ para definir as estratégias a serem utilizadas na atualização do inventário estadual de emissão de gases do efeito estufa referente a 2015. O documento tem como objetivo apontar os avanços ou retrocessos nos compromissos relacionados aos efeitos das mudanças climáticas e orientar políticas públicas no setor.

Próximos Eventos

Leia Também

Grid List

O Índice de preços da CEAGESP iniciou o ano com forte queda. Recuou 4,57%, impulsionado principalmente pela queda dos preços de frutas e legumes. Vários produtos como tomate, batata, folhosas, entre outros, obtiveram, durante o início do mês de janeiro, preços inferiores ao custo de produção. Assim, houve descarte na lavoura e baixa remuneração ao produtor rural.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, apresentou no dia 6 de fevereiro, em São Paulo, os resultados da indústria automobilística no primeiro mês do ano. Os dados apontam uma retração de 5,2% no licenciamento de autoveículos: foram 147,2 mil unidades em janeiro contra 155,3 mil no mesmo período do ano passado.

O Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp – Edição Verão – começa este mês de fevereiro com sete receitas de camarão no cardápio desta quinta semana do evento. De quinta a domingo (02 a 05 de fevereiro), o público vai comer à vontade, além dos camarões, mais de  30 opções de pratos, pagando o preço fixo de R$ 64,90 por pessoa (valor não inclui bebidas, sobremesas e pratos à la carte).

Relatório sobre perspectivas agrícolas para 2015-2024, elaborado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), atesta que o Brasil está preparado para ser o maior produtor de alimentos do mundo. Como justificativa para tal projeção destaca o aumento da produtividade das  culturas, incrementada amplamente pelo avanço tecnológico do setor, possibilitando o aumento da produção sem expansão da área cultivada.